As diferenças entre fotodepilação e depilação a laser

Muito escutamos no mercado de estética sobre depilação definitiva. O ponto é: não existe um método que elimine os pelos para sempre, e a explicação para isso é simples: nossos pelos são proteções do nosso organismo, ou seja, o corpo não para de produzi-los.

A luz intensa pulsada e o laser, ambos para epilação, são métodos iguais em resultados, mas diferentes em tecnologia. Comparando um método com o outro, temos os seguintes diferenciais:

Quantidade de sessões

A quantidade de sessões que precisamos para eliminação gradativa dos pelos é em torno de 8 sessões, em ambas tecnologias, pois o que define o resultado é o ciclo do pelo do cliente, que é fisiológico, e não a tecnologia aplicada;

Tempo de duração

O tempo de duração da eliminação, até que seja necessária a manutenção, é de 6 meses a 2 anos, em ambas tecnologias. Isso porque, novamente, quem define em quanto tempo um novo ciclo de pelo irá nascer é o organismo do cliente, e não a tecnologia aplicada;

Sensação na aplicação

A luz intensa pulsada é indolor pois é um feixe de luz que espalha ao ser aplicado, o que torna o tratamento menos agressivo, mas não impede de atingir o objetivo de eliminar os pelos da raiz. A célula germinativa do pelo nasce na derme ( 2ª camada da pele), e ela é atingida tanto pela luz intensa pulsada quanto pelo laser, porém, como o laser é um feixe único, ele é mais agressivo e gera bastante dor;

Resultado final

O que determina o resultado ser bom ou ruim, em ambas tecnologias, é a avaliação correta de fototipo de pele ( cor) e a quantidade de melanina que contém nos pelos. Uma pele clara com pelo escuro terá até 80% de eliminação, tanto com o uso do laser quanto da luz intensa pulsada;

“Não existe 100% de eliminação dos pelos tanto na fotodepilação como no laser”

Não existe 100% de eliminação em nenhuma das tecnologias pois o ciclo do pelo tem fases diferentes ( 3 fases) e elas estão presentes no mesmo momento. Para o resultado da eliminação dos pelos, temos que atingir uma fase específica, e temos apenas 20% dos nossos pelos nesta fase. Por esse motivo, é necessário em média 8 sessões, em ambas tecnologias, e não conseguimos a eliminação de 100%, pois a produção se inicia todos os dias, sendo fisiologicamente impossível eliminar 100% dos pelos.

Algumas pessoas tem a eliminação mais rápida pois tem um crescimento de pelo mais lento, mas não significa que ele não voltará a nascer.  Um novo ciclo de 20% nascerá em até 3 anos, por isso, voltam menos pelos que a quantidade que existia quando começada a epilação com luz ou laser. Aí se faz uma aplicação de manutenção, e depois de mais 6 meses a 2 anos, nascerá novamente, e assim, sucessivamente.

Deixe um comentário