Dietas rápidas, dietas malucas ou dietas saudáveis?

Dentro do enorme mercado de dietas e soluções para emagrecer, podemos separar as dietas em 3 grandes grupos:

As dietas rápidas são aquelas que trazem as propostas mais ousadas – 15 quilos em um mês, 10 quilos em duas semanas, algumas até com a proposta de fazer qualquer pessoa que seja perder 1 quilo por dia. Elas geralmente reduzem drasticamente um dos macronutrientes – na maioria dos casos, os carboidratos – e trazem alguns efeitos colaterais consigo.

Uma dieta radical é a dieta da sopa, que traz a sopa de repolho como ingrediente base que deve ser consumido todos os dias por duas semanas. Saboroso, não?

As dietas malucas são divertidas – buscam associações completamente sem sentido para fundamentar as suas teorias – restringem o horário das refeições, cruzam grupos de alimentos com fases da lua e várias outras bizarrices. Uma das mais famosas é a dieta do tipo sanguíneo, que prega que cada um dos tipos de sangue (A, B, AB e O) possui uma predisposição a digerir melhor certo grupo de alimentos e que, consequentemente, para se perder peso é preciso focar em certos nutrientes e evitar outros, de acordo com o seu tipo de sangue.
Já as dietas saudáveis podem realmente ajudar. Essas são aquelas dietas que, ao invés de promessas absurdas e infundadas, procuram levar a pessoa a uma reeducação alimentar, entendendo melhor o que se come e o papel da alimentação.

Elas doutrinam mais do que disciplinam, pois fazem com que entendamos que a comida é o nosso combustível e que de nada adianta encher um tanque mais do que lhe cabe.

Elas não acabam com a gordura de uma dia para o outro, mas elas fazem com que você consiga se livrar do problema de forma gradual e definitiva. Essas dietas são as menos famosas, pois não são economicamente funcionais como as outras, nem tampouco convencem os milhares de pessoas desesperados pela silhueta perfeita, mas ansiosos o suficiente para não se comprometerem a nada que demore mais do que 15 dias.

O problema disso tudo não são as dietas – qualquer pessoa em sã consciência consegue entender que, qualquer proposta que lhe faça emagrecer 1 quilo por dia, mantendo sua rotina normal de atividades físicas não pode estar falando sério. Mas o ego e a necessidade de aceitação em uma sociedade que expõe em demasia o corpo perfeito como a maior das conquistas fazem a gente deixar a saúde de lado às vezes.

Via Guia da dieta

Deixe um comentário